Como o Big Data e tecnologias disruptivas contribuem para a otimização da estratégia de precificação

O Big Data é uma das chaves para otimizar a estratégia de precificação das empresas. A quantidade de dados coletados – aliados ao mundo de aplicativos e tecnologias disruptivas que surgem atualmente -, quando analisados corretamente, podem simplificar e automatizar os processos e políticas de preço ditados pelo mercado, empresas e consumidores.

Tecnologias como inteligência artificial, machine learning e o próprio Big Data estão mudando as regras no mundo dos negócios e permitindo que a precificação seja mais transparente. Como cria novas ferramentas e recursos para os negócios, as tecnologias disruptivas cria novas variáveis para o processo de negociação de preços.

 

Usando o Big Data

Existem diferentes elementos que formam o preço final de um produto ou serviço. Hoje, os responsáveis pelo processo têm em mãos soluções de Big Data que conseguem reconhecer esses fatores que influenciam nos preços, mas que, por algum motivo, foram negligenciados.

Se até há alguns anos, as empresas apenas modificavam seus preços usando fatores como: custo para produzir, preços de produtos similares, margens de lucro, hoje podem conduzir análises mais aprofundadas sobre como os consumidores enxergam o produto e o preço que consideram justo.

Para cada item, é possível encontrar o preço ideal que o consumidor está disposto a pagar. Apesar disso, boa parte das empresas ainda precisa mudar sua estratégia de otimização de preços. No momento que as companhias conseguirem decompor o fluxo de dados coletados, podem personalizar sua estratégia de precificação de acordo com o que essas informações revelam sobre as necessidades dos clientes.

 

Otimização da estratégia de precificação

As decisões sobre precificação são importantes para qualquer empresa, afinal, o preço está diretamente conectado à demanda e aos lucros. Uma estratégia de preços errada pode levar a perdas e consequências negativas para os negócios.

Embora os fundamentos da precificação sejam bem compreendidos, as empresas ainda encontram dificuldades com as decisões e, mesmo quando corretas, os gestores ainda se sentem inseguros caso não consigam entregar o resultado desejado.

Com a transformação digital, a precificação está mudando para uma estratégia mais dinâmica e a próxima “onda” é oferecer preços personalizados para cada um dos clientes, que receberão um valor exclusivo. Apesar dessa mudança fazer com que os gestores se sintam, ainda mais, inseguros, por outro lado, traz benefícios não apenas para as empresas, mas também para os clientes que se sentem valorizados e contam com uma experiência de consumo diferenciada.

Como o processo de precificação envolve diversas variáveis, a modelagem econômica e o machine learning contribuem para melhorar a qualidade das decisões sobre preços. É preciso que o sistema de gerenciamento de preços entenda como cada uma dessas variáveis influencia no preço final, na demanda e no lucro de um produto.

Essas soluções contribuem para eliminar o trabalho manual e reduzem a possibilidade de erros nas previsões, evitando as previsões aleatórias. Com a análise de dados, as empresas podem ajustar preços automaticamente, sempre que houver necessidade, em qualquer canal de vendas.

Contato

Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 1993, São Paulo, Brasil

Telefone: +55 011 2162-1790

Email: info@costdrivers.com

Copyright 2019 – COSTDRIVERS – Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Intelligenzia​