Como os dados externos podem ajudar no planejamento do seu forecasting

Garantir que as metas estipuladas no orçamento inicial sejam cumpridas. Esse é o objetivo de um forecast empresarial. Mensalmente a empresa analisa sua contabilidade e compara a previsão com os valores realmente apurados. Com essa análise, caso seja necessário, é feita uma revisão dos valores mensais estimados, mas sendo mantidas as metas do orçamento original.

Por exemplo, a meta estipula que a empresa deve arrecadar R$ 120 mil em um ano. Isso dá R$ 10 mil por mês. Se em um dos meses, a arrecadação for de R$ 5 mil, os cálculos devem ser refeitos já que é preciso arrecadar mais a cada mês para que a meta seja alcançada.

Essa previsão de desempenho de negócios contribui para oferecer a visibilidade corporativa necessária para o crescimento da empresa e para fornecer uma estrutura clara para determinar a alocação continua dos recursos para garantir o sucesso da estratégia de negócios.

O papel de cada elemento do planejamento, orçamento e previsão é:

  • Planejamento
    Plano estratégico que define objetivos da empresa e as atividades necessárias para atingir as metas
  • Orçamento
    Permite a alocação de recursos de forma a garantir que as metas estabelecidas sejam alcançadas
  • Previsão (forecast)
    Monitora o desempenho esperado do negócio. Auxilia na tomada de decisões sobre o negócio e para lidar déficits ou superávits relacionados às metas

Ferramentas para o negócio
A previsão de desempenho de negócios trabalha com ferramentas de análise de dados que contribuem para melhorar a precisão do planejamento da empresa.  Deve servir para apoiar os negócios e na implementação de uma estratégia de longo prazo. Apesar desse entendimento, a maioria dos executivos acredita que as previsões que têm em mãos são imprecisas. Então qual o motivo para que essas ferramentas não sejam utilizadas?

Pesquisa da Gatepoint Research mostra que as empresas não possuem os sistemas e processos necessários para alavancar a inteligência em seus processos de previsão e que seus executivos acreditam que apenas analisar o passado não ajuda a planejar o futuro.

Tais modelos temporais são usados por lidarem bem com tendências, sazonalidades e ciclicidade, mas não enxergam corretamente mudanças bruscas na economia, o que, na visão desses executivos, faz com não sejam tão confiáveis.

Há três áreas críticas que pode melhorar o processo de previsão:

  1. Criar uma cultura organizacional
    A área de finanças deve ser um facilitador do processo de previsão. Os processos tradicionais de desempenho reforçam uma mentalidade de curto prazo que dificilmente estão alinhadas a objetivos estratégicos
  2. Processos integrados
    Os processos de planejamento, orçamento e previsão dizem respeito à toda empresa e impactam todas as áreas. A governança de dados deve refletir essa realidade. Esses processos devem usar ferramentas de Big Data para cumprir as metas do negócio.
  3. Novas tecnologias
    A tecnologia está deixando de oferecer uma análise estática do negócio para ser mais um facilitador dos processos. Soluções hospedadas na nuvem fornecem relatórios em tempo real com dados que ajudam a construir uma estratégia completa.

É fundamental o investimento em análise de dados e inteligência artificial para essas previsões. De nada adianta ter informações se as empresas não souberem analisa-las corretamente. A plataforma da CostDrivers oferece milhares de indicadores que contribuem para que você entenda os custos da sua empresa e melhore a estratégia do negócio.

Fique por dentro das novidades

Receba nosso conteúdo exclusivo por e-mail

Contato

Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 1993, São Paulo, Brasil

Telefone: +55 011 2162-1790

Email: info@costdrivers.com

Copyright 2019 – COSTDRIVERS – Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Intelligenzia​