Conheça 5 estratégias para reduzir custos de procurement no B2B

O setor de compras é um dos maiores centros de custos em uma empresa e, por isso, precisa se modernizar para que, além de economizar nas compras, contribua para a competitividade da empresa. Ou seja, reduzir custos de procurement no B2B é ser mais estratégico e entregar mais valor ao negócio.

Entretanto, não dá para mudar essa percepção apenas fazendo pesquisas entre fornecedores com o intuito de reduzir os custos. É preciso pensar em novas estratégias para otimizar os processos:

  1. Fortalecer o relacionamento com fornecedores
    Quanto mais próximo for o relacionamento com o fornecedor, melhores serão as condições de pagamento e serviço oferecidas na hora da negociação. Apesar de ser difícil oferecer condições especiais a um cliente que comprou uma única vez, isso é muito mais fácil no caso de compras grandes e recorrentes. Um relacionamento consistente com fornecedores é fundamental para melhorar qualquer negociação, para ambos os lados. Mudar de fornecedor a todo momento impede a construção de um bom relacionamento, sem contar que a empresa sempre será considerada uma “nova cliente”.Trabalhar em conjunto com o fornecedor também pode ser benéfico para os dois lados. Unir forças significa alcançar maiores volumes de compras. Quanto maior o pedido, maiores as chances de obter descontos e outras condições especiais.
  2. Analisar o mercado
    Saber qual o custo médio das compras do concorrente é um aspecto importante para a estratégia de negócios da empresa. Também comparar produtos equivalentes ajuda a entender se os custos da empresa estão alinhados ao mercado. É uma verificação importante para ter um entendimento completo das condições de compra e até para conhecer novas tendências em modelos de pagamento e matéria-prima.
  3. Negociar preços e prazos
    Obviamente, negociar preços e condições de pagamento é uma excelente tática para reduzir custos. Cotar preços com fornecedores de qualidade similar e pedir descontos em compras de grande quantidade ou contratos de longo prazo também ajudam a cortar custos. Se o fornecedor estiver disposto a criar ou manter o relacionamento com a empresa, provavelmente vai oferecer preços mais baixos ou, até mesmo, cobrir outras ofertas. Essas negociações dever ocorrer regularmente, não apenas na primeira compra.

Negociar prazos diferenciados para pagamentos também é uma maneira de reduzir custos. Compras que devem ser pagas em um curto período de tempo, exige mais recursos da empresa e pode atrapalhar o planejamento financeiro.

  1. Evitar compras urgentes
    Quanto mais urgente for o pedido, maior será seu custo. A imprevisibilidade de uma situação implica em preços mais altos por parte dos fornecedores, simplesmente por saberem que é uma necessidade urgente da empresa. Mesmo que o fornecedor não faça alterações no preço, a falta de planejamento pode tornar os itens menos seguros e os prazos mais difíceis de serem cumpridos.
  2. Confiar na tecnologia
    Conduzir processos de compras de forma manual, para muitas empresas, é contraproducente. A tecnologia, então, é uma ótima aliada para lidar com isso. Um sistema automatizado mantém quase tudo sob controle. Processos de registro de fornecedores e monitoramento do desempenho, por exemplo, são extremamente simplificados. O uso de tecnologias disruptivas não apenas torna o processo mais fácil, mas também o deixa mais confiável.

A COSTDRIVERS ajuda sua empresa a entender quais negociações estão alinhadas com a média de mercado, a fazer projeções e otimizar o tempo das negociações. Entre em contato e saiba como podemos contribuir para o crescimento da empresa.

Fique por dentro das novidades

Receba nosso conteúdo exclusivo por e-mail

Contato

Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 1993, São Paulo, Brasil

Telefone: +55 011 2162-1790

Email: info@costdrivers.com

Copyright 2019 – COSTDRIVERS – Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Intelligenzia​