Conheça 5 maneiras como Compras pode inovar com a análise de dados

Big data, métricas de desempenho, análise preditiva, dados estruturados e não estruturados. A lista de termos relacionados e usados para descrever a quantidade de informações e como esses dados são usados pelas empresas é vasta e cresce a cada dia, de forma tão rápida quanto os próprios dados são gerados.

O que fazer com essas informações? A princípio pode parecer assustador, mas analisar e usar essa montanha de dados para desenvolver relatórios, executar análises, avaliar fornecedores e verificar conformidades faz da área de compras um setor privilegiado. Quanto mais o setor investir em ferramentas modernas, mais dados são gerados, e esses dados devem coletados da forma correta.

Hoje, já é possível ter uma abordagem centrada em dados que, geralmente, substituiu processos trabalhosos de compilação, organização e disseminação de informações que anteriormente podiam levar até meses para serem concluídos.

Cinco maneiras de inovar e usar a análise de dados no setor de compras

  1. Coletar e analisar dados de desempenho passado de fornecedores, cotações de mercado e avaliações de risco permite ao setor de compras adotar uma abordagem orientada por dados para melhorar negociações de contratos em vez de, apenas, analisá-los pelo preço. Também é possível examinar informações de remessa e transportadoras para otimizar rotas e extrair mais valor dos processos de logística.
  2. A análise de dados pode identificar mudanças nos requisitos do cliente e prever alterações na cadeia de suprimentos e na demanda. Além disso, pode melhorar o atendimento ao cliente e eliminar desperdícios, erros e processos duplicados em toda a empresa. A criação de um modelo preditivo, baseado em dados, ajuda a empresa inclusive a antecipar flutuações de demanda.
  3. A cadeia de suprimentos é, normalmente, pressionada para ser mais econômica. Com a análise de dados, o setor de compras consegue comparar continuamente preços e disponibilidade em tempo real, incorporando histórico de transações, custos de transporte e logística, e outras variáveis.
  4. O uso de dados não estruturados envolve desde arquivos de texto a e-mails, mídias sociais e arquivos de vídeo e áudio. São considerados uma mina de ouro inexplorada pelo setor de compras e podem fornecer informações importantes para melhorar negociações e decisões estratégicas.
  5. Apesar do maior acesso aos dados e análises, muitas empresas ainda usam suas próprias visões para os negócios, ignorando os benefícios do Big Data. No setor de compras o Big Data permite uma operação mais realista, baseada nas variações do mercado – inclusive, em tempo real – tanto em relação a fornecedores como, também, em relação a previsão de vendas necessárias para o planejamento de compras. O Big Data é extremamente importante por permitir a análise de um número maior de informações, o que garante a precisão da análise.

Decisões estratégicas precisam de dados confiáveis e que estejam disponíveis rapidamente. Isso só é possível se a empresa tiver ferramentas que permitam a análise e permitam que os insights sejam obtidos rapidamente para que a melhor decisão seja tomada.

Ter acesso a informações  que entreguem vantagens na hora de negociar pode ser um fator determinante para o sucesso do negócio. A COSTDRIVERS oferece informações para todas as necessidades da empresa e permite a otimização do tempo das negociações. Entre em contato e saiba mais sobre nossos serviços.

Fique por dentro das novidades

Receba nosso conteúdo exclusivo por e-mail

Contato

Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 1993, São Paulo, Brasil

Telefone: +55 011 2162-1790

Email: info@costdrivers.com

Copyright 2019 – COSTDRIVERS – Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Intelligenzia​