Resumo de notícias – COSTDRIVERS News

Acompanhe conosco alguns fatos importantes que ocorreram no mercado e apareceram na COSTDRIVERS News, leia e fique bem informado.

Analistas do mercado reduzem estimativa de inflação e de alta do PIB em 2018

  • Os economistas do mercado financeiro reduziram sua estimativa de inflação para este ano e para o próximo, e também baixaram fortemente sua previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto ( PIB ) em 2018.
  • Em 2016, o PIB teve uma retração de 3,5 %. Câmbio, balança e investimentos. A projeção do boletim Focus para o saldo da balança comercial ( resultado do total de exportações menos as importações ), em 2018, subiu de US $ 55 bilhões para US $ 55,6 bilhões de resultado positivo.
  • Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado para o superávit permaneceu em US $ 46 bilhões. Para 2019, a estimativa dos analistas ficou estável em US $ 80 bilhões.

 

 

Aço brasileiro é sobretaxado nos Estados Unidos desde 1991

  • A tarifa de 25% imposta às importações de aço, anunciada pelo governo americano e que levou o setor siderúrgico nacional a aceitar uma cota que reduz suas exportações para aquele país, é apenas um dos ataques protecionistas dos Estados Unidos que atingiram as indústrias siderúrgicas do Brasil.
  • A economia tida como mais livre e mais aberta do mundo tem uma tradição de fechamento de seu mercado para o aço — afirma o presidente da entidade, Marco Polo Mello. Já os laminados a quente, comprados pelas indústrias naval e de máquinas e equipamentos, têm sobretaxas de até 35,43 % ( antidumping ) e 11,30 % ( compensatórias ).
  • A China lidera o ranking com 176 medidas, seguida por Coreia ( 67 ) e Taiwan ( 42 ). O Brasil está em 10º lugar, com 16 medidas.

 

 

Em meio à alta do dólar, BC mantém juros em 6,5% ao ano e encerra série de cortes

  • Em decisão que surpreendeu o mercado financeiro, o Comitê de Política Monetária ( Copom ) do Banco Central anunciou, nesta quarta – feira ( 16 ), a manutenção da taxa básica de juros da economia em 6,5 % ao ano. Com a medida, o Copom colocou fim a um ciclo de 12 cortes consecutivos na Selic, que se iniciou em outubro de 2016.
  • Na ata da última reunião, em março, o Copom havia sinalizado um corte ” moderado ” nos juros na reunião desta quarta, caso o cenário econômico evoluísse conforme o esperado. O Banco Central eleva ou reduz a Selic justamente para controlar a alta dos preços.
  • A definição da taxa de juros pelo Banco Central ( BC ) tem como foco o cumprimento da meta de inflação, fixada todos os anos pelo Conselho Monetário Nacional ( CMN ). No comunicado desta quarta, o Copom informou que projeta uma inflação de 3,6 % para 2018, portanto, abaixo do centro da meta. Essa medida, porém, afeta a economia e gera desemprego Como a desvalorização do real frente ao dólar verificada nos últimos dias também pressiona os preços, o Copom avalia que é preciso agir para impedir isso.

 

Posts Relacionados:

 

 

 

Fique por dentro das novidades

Receba nosso conteúdo exclusivo por e-mail

Contato

Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 1993, São Paulo, Brasil

Telefone: +55 011 2162-1790

Email: info@costdrivers.com

Copyright 2019 – COSTDRIVERS – Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Intelligenzia​